Dificuldade em ler a Bíblia (parte 2)

Continuando o post anterior, quero apresentar mais algumas dicas que podem te ajudar a superar a dificuldade de você ler a Bíblia.

5. Busque boas referências bibliográficas. É muito difícil, quase impossível em alguns casos, entender o contexto histórico, cultural e social em que os textos bíblicos foram escritos pela simples leitura do texto sagrado. Você precisará, para se aprofundar nesses temas, de bons livros de referência que podem te ajudar, e muito, na tarefa de entender o mundo dentro do qual a Bíblia foi revelada e escrita. Nesse sentido, busque por boas editoras cristãs que em seus sites dispõe de catálogos com os títulos das obras. Busque, também a opinião dos seus pastores e de pessoas com conhecimento bíblico confiável para sugerir boas leituras. No meu canal no Youtube posto com frequência vídeos de livros que podem te ajudar a compreender melhor o texto bíblico.

6. Use a internet com moderação, mas use! É impossível pensamos em um mundo sem a internet. De forma on-line, você pode ter acesso a bons conteúdos que lidam com a temática bíblica. No Brasil, estamos bem-servidos por ótimos podcasts (Bibo Talk é um exemplo), youtubers (cito meu amigo Victor Fontana e, modéstia a parte, meu próprio canal) e várias plataformas de ensino à distância (inclusive você pode aprender grego e Teologia Sistemática comigo). Entretanto, devo salientar que muita coisa na internet é de procedência duvidosa: pessoas que apresentam um conteúdo deficitário, por vezes herético, e por outras, muito mal preparado. Cuidado com o mundo on-line por isso. Sempre busque um direcionamento de seu pastor ou conselheiro para te indicar uma boa fonte de conteúdo. 

7. Apoie-se em um plano de leitura bíblica. Ler a Bíblia ao longo de um ano, de forma ordenada, é muito importante dentro da nossa disciplina espiritual. Que tal ler de Gênesis a Apocalipse seguindo a ordem, capítulo a capítulo? O fato é que, lamentavelmente, uma parcela considerável de cristãos nunca fez isso. Estamos acostumados a “ler picado”. Uma leitura completa e ordenada da Bíblia nos faz entender aquilo que chamamos de “big picture” (visão geral) do enredo bíblico, que é único. A leitura ordenada é feita praticamente desde o início da história da igreja. Você pode ter acesso na internet a vários modelos e formas de organizar a sua leitura bíblica. Recomendo o trabalho feito pelo Lecionário — embora os ofícios sigam o padrão anglicano-episcopal, é um ótimo recurso que alia a leitura bíblica diária com o calendário litúrgico da igreja. O Lecionário também é importante por juntar à leitura bíblica a oração. 

8. Compartilhe aquilo que você leu. A leitura bíblica não pode se restringir, jamais, ao “uso” pessoal. Aquilo que aprendemos a partir da revelação específica de Deus nas Escrituras Sagradas deve ser o conteúdo das nossas conversas, testemunho, atitude e vida! A recomendação final é simples: viva — ou ao menos tente viver — aquilo que você leu. Deus não irá medir a sua espiritualidade pelo seu conhecimento bíblico apenas. Você mostra quem você é pelas suas atitudes. Por isso, aplique a Verdade na sua vida. Essa será a maneira de você nunca esquecer da Palavra lida.

Se você tem outras dicas, coloque abaixo nos comentários!

PW